No roubo, uma pessoa morreu, duas ficaram gravemente feridas e R$ 9,6 milhões foram levados.

Cinco homens foram condenados nesta quinta-feira, 6 de maio, a penas que, somadas, correspondem a 130 anos e um mês de reclusão, em regime inicialmente fechado, pelo assalto ocorrido em março de 2019 no Aeroporto Regional de Blumenau. A sentença foi prolatada pelo juízo da 1ª Vara Criminal da comarca de Blumenau, que julgou parcialmente procedente a denúncia do Ministério Público (MPSC).

Na ocasião, uma jovem de 22 anos foi morta e dois vigilantes de empresa de valores foram gravemente feridos. Foram roubados R$ 9,6 milhões, sendo considerado na época o maior roubo já registrado em Santa Catarina. Consta nos autos que o crime foi minuciosamente planejado, com o uso de armas de grosso calibre, bem como de um veículo caracterizado como uma viatura de ambulância para não levantar suspeitas e que serviu de instrumento de fuga dos agentes e transporte do dinheiro subtraído.

Os homens foram condenados pela prática dos crimes de latrocínio consumado e uso de documentos públicos falsos para a locação de imóveis e compra de veículos utilizados no roubo (por quatro vezes). As penas individuais variam de 11 anos e oito meses a 32 anos e 11 meses de reclusão.

FONTE : PORTAL MISTUREBAS

Comentários