É importante frisar que, na dúvida da origem de qualquer áudio ou mensagem de WhatsApp ou outras redes sociais, não compartilhe!Existe um áudio circulando em grupos de WhatsApp onde uma mulher se identifica como “Mari”, e seria uma agente de saúde.

Esta mulher alerta as pessoas à não receberem em seus lares nenhuma pessoa vestida com jaleco branco, crachá e prancheta com o intuito de fazer perguntas, pois este grupo seria uma quadrilha que assalta as residências, principalmente de idosos.

Pessoas compartilharam este arquivo atribuindo a origem do mesmo à cidade de Taió. Aliás, é importante frisar que a própria voz do arquivo, em momento algum, diz ser de Taió.

Em contato com a Secretaria de Saúde, a Equipe de Jornalismo da Rádio Educadora recebeu a informação de que o áudio não foi gravado por nenhuma profissional de saúde do Município e que nem mesmo há alguma agente chamada “Mari”, em Taió. Supostamente, o áudio foi gravado em outra cidade e compartilhado até chegar aqui.

A Secretária de Saúde de Taió, Rozi de Souza, disse, em contato com a Educadora, de que as agentes do Município serão orientadas acerca deste caso.

É importante frisar que, na dúvida da origem de qualquer áudio ou mensagem de WhatsApp ou outras redes sociais, não compartilhe!

PORTALEDUCADORA.COM

Comentários


Acompanhe a Vale Regional!

✅ Grupo WhatsApp: https://abre.ai/grupovale06
✅ Instagram: https://abre.ai/valeregionalnosinsta
✅ Facebook: https://abre.ai/valeregionalnofacebook
✅ Twiter: https://abre.ai/twitervaleregional

Vale Regional - Notícia em Tempo Real!