Imunizante está na fase final de testes; Butantan espera por mais matéria-prima para começar a produção em massa

Na manhã desta quinta-feira (19 nov.) chegou ao Brasil, no Aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos, o avião turco com o primeiro lote de doses da vacina Coronavac, vindas da China. O imunizante, que está na Fase 3 de testes, é desenvolvido em conjunto pelo Instituto Butantan e pelo laboratório farmacêutico chinês Sinovac Life Science.A aeronave pousou em solo brasileiro por volta das 7h40 desta manhã de quinta.

São 120 mil doses que saíram da China na segunda-feira (16 nov.) em direção a São Paulo. Elas ainda precisam de autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para serem aplicadas nos brasileiros. A vacina está na fase 3 dos testes clínicos, etapa que mede a eficácia do poduto. Somente após a conclusão desta fase é que a vacina poderá obter autorização de uso. 

O Instituto Butantan espera receber 600 litros de matéria-prima do laboratório chinês para começar a produção local em massa da vacina, para produzir até 46 milhões de doses até o janeiro de 2021.

Na terça-feira (17.nov) uma publicação da revista científica Lancet mostrou que a Coronavac é segura e tem capacidade de produzir resposta imune 28 dias após sua aplicação em 97% dos casos. 

Comentários