Willian Miranda ganhou o primeiro piano aos 4 anos. E foi com esse instrumento que o morador de Guabiruba, no Vale do Itajaí, tocou as primeiras notas sozinho. Desde então, não parou mais. Com 23 anos, o jovem que é cego tornou-se músico profissional e entrou para um conservatório.

“Qualquer sentimento eu consigo expressar através da música”, diz.

Aos 7 anos, a madrinha presenteou o jovem com um teclado que foi usado por Willian para reproduzir as canções que ouvia. “Com ele, eu fui tocando, descobrindo e fui buscando notas e, ouvindo as melodias, eu as tocava”, afirma.

Além de se dedicar aos estudos no conservatório que entrou em 2020 para se formar como músico, Willian se apresenta em eventos e casamentos. Além disso, o jovem usa a tecnologia para divulgar o trabalho.

Apesar de ouvir frequentemente que tem um dom, o música acredita que a capacidade de tocar piano foi adquirida após muito treinamento e dedicação. “Eu sou bom porque eu tenho um processo. Eu não nasci bom, não nasci tocando bem. Tem um processo para isso”, diz.

Fotos: Reprodução/NSC TV

Wilian pretende continuar estudando música e tem a certeza de que possui ferramentas necessárias para aprender ainda mais.

Fonte: G1 SC

Comentários


Acompanhe a Vale Regional!

✅ Grupo WhatsApp: https://abre.ai/grupovale06
✅ Instagram: https://abre.ai/valeregionalnosinsta
✅ Facebook: https://abre.ai/valeregionalnofacebook
✅ Twiter: https://abre.ai/twitervaleregional

Vale Regional - Notícia em Tempo Real!