O familiar foi informado de que não seria possível ele ficar com a paciente, pois vai contra os protocolos de segurança do combate à Covid-19.

Nesta segunda-feira, 08 de março, a Polícia Militar de Timbó foi acionada para ir ao Hospital Oase, pois um familiar de uma paciente internada, com Covid-19, estaria causando tumulto na recepção do local.

Segundo o relatório operacional da PM, o familiar estaria ameaçando as recepcionistas, gerando tumulto e atrapalhando o trabalho no local. Ainda, de acordo com as informações divulgadas, ele queria, de qualquer maneira, adentrar ao hospital e ficar junto de seu familiar, na posição de acompanhante.

Mas, devido ao fato de a paciente estar em ala de procedimento de UTI respiratória, o familiar foi informado de que não seria possível ele ficar com a paciente, pois vai contra os protocolos de segurança do combate à Covid-19.

No local, foi identificado qual o cidadão que estaria se exaltando e foi lavrado, a seu desfavor, um Termo Circunstanciado, no qual o envolvido se comprometeu a comparecer em audiência pública nesta comarca, sendo devidamente orientado e liberado no local.

-Por Jornal de Pomerode

Comentários


Acompanhe a Vale Regional!

✅ Grupo WhatsApp: https://abre.ai/grupovale06
✅ Instagram: https://abre.ai/valeregionalnosinsta
✅ Facebook: https://abre.ai/valeregionalnofacebook
✅ Twiter: https://abre.ai/twitervaleregional

Vale Regional - Notícia em Tempo Real!