Grupo participou dos atos a favor do governo e está acampado na Esplanada dos Ministérios

Um grupo a favor do governo Jair Bolsonaro (sem partido) tentou invadir o Ministério da Saúde na manhã desta quarta-feira (8). Os manifestantes estão na Esplanada dos Ministérios desde o começo da semana e participaram dos atos a favor do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), no 7 de Setembro. 

Os manifestantes foram impedidos de entrar pelos seguranças do Ministério da Saúde. Imagens gravadas no interior do prédio mostram funcionários tentando passar rapidamente pela catraca de acesso ao ministério. O grupo também hostilizou e intimidou jornalistas que acompanhavam a ocupação na Esplanada e a tentativa de invasão à Saúde. A equipe da Record foi encurralada e sofreu ameaças pelo grupo.

Novos atos
Com cartazes, faixas, camisetas verdes e amarelas, o grupo segue na Esplanada dos Ministérios mesmo depois do fim dos atos do 7 de Setembro. Eles pedem a destituição de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e o voto impresso nas eleições do ano que vem. 

A Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) acompanha o movimento e mantém os acessos à Esplanada fechados nesta manhã, mas não há pontos de revista. O trânsito no centro da capital federal se complicou com a interdição. No sentido Congresso Nacional, a interdição começa na altura da Catedral Metropolitana. No sentido contrário, vai até a L2 Norte.

No gramado ao lado do Teatro Nacional estão estacionados trailers, ônibus e caminhões de apoiadores do presidente Bolsonaro. Os manifestantes dormiram por lá e, pela manhã, fizeram um buzinaço. A maior parte do grupo se concentra próximo ao Congresso, onde também foram instaladas barracas.

Confira o vídeo: Manifestantes tentam invadir Ministério da Saúde

Comentários