A POLÍCIA CIVIL DE SANTA CATARINA, ATRAVÉS DA DELEGACIA DE POLÍCIA CIVIL DA COMARCA DE ASCURRA, EFETUA A PRISÃO EM FLAGRANTE DE SUSPEITA POR TRÁFICO DE DROGAS E ASSOCIAÇÃO PARA O TRÁFICO

A Polícia Civil da Comarca de Ascurra, com apoio das Delegacias de Apiúna e Rodeio, cumpriu 02 (dois) mandados de busca e apreensão domiciliar, expedidos em desfavor de J.R.J e N.J.S.F, suspeitos da prática dos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico, delitos previstos nos artigos 33, “caput” e 35, “caput”, ambos da Lei n.º 11.343 de 2006.

A investigação começou no início do mês de setembro de 2021 e, na oportunidade, restou possível identificar que os investigados praticavam o tráfico de drogas no centro da cidade de Apiúna, de maneira fixa e também fazendo entrega dos entorpecentes em diferentes bairros da cidade de Apiúna.

Durante as investigações, a Polícia Civil conseguiu qualificar as pessoas de J.R.J e N.J.S.F responsáveis pela comercialização de cocaína, desse modo fora representado pela autoridade policial ao Poder Judiciário da Comarca de Ascurra pela busca e apreensão domiciliar nos endereços dos investigados, pleito integralmente acolhido, após parecer favorável do Ministério Público.

As ordens judiciais foram cumpridas nos bairros Centro e São Pedro, residência dos J.R.J e N.J.S.F. Na residência de N.J.S.F foram apreendidas 27 (vinte e sete) buchas de substância análoga a cocaína, 01 (um) par de rádio comunicador e 01 (um) laser utilizado para ajudar os usuários encontrarem o endereço da “biqueira” no bairro São Pedro.

Considerando o encontro da droga e o cenário com indícios de narcotráfico, L.Q, companheira do investigado N.J.S.F, foi presa em flagrante pelo crime de tráfico de drogas e associação para o tráfico, tendo em vista que a droga foi encontrada embaixo do colchão no qual ela dormia no momento da diligência, além de terem sido constatados indícios de que a mesma atuava de forma associada a N.J.S.F, auxiliando-o no transporte e venda dos entorpecentes.

A presa L.Q restou encaminhada até esta delegacia para a formalização do seu Auto de Prisão em Flagrante perante o Delegado Filipe Martins Alves Pereira e aguardará decisão judicial que analisará sua situação prisional, ficando assim à disposição do Poder Judiciário da Comarca de Ascurra – responsável pela expedição das ordens judiciais.

COLABORE COM A POLÍCIA CIVIL DE ASCURRA – DENÚNCIAS ATRAVÉS DO 047-9.9793-6769- SIGILO ABSOLUTO.

Comentários


Acompanhe a Vale Regional!

✅ Grupo WhatsApp: https://abre.ai/grupovale06
✅ Instagram: https://abre.ai/valeregionalnosinsta
✅ Facebook: https://abre.ai/valeregionalnofacebook
✅ Twiter: https://abre.ai/twitervaleregional

Vale Regional - Notícia em Tempo Real!