O botão do pânico, desenvolvido pela Polícia Militar de Santa Catarina para mulheres em medida protetiva de urgência, salvou uma moradora de Indaial nesta terça-feira, 13.

Ela estava transitando na rua Manoel Simão, no bairro das Nações, quando o homem contra o qual ela possui a medida começou a perseguir ela.

Quando a PM chegou no local viu ele em um Corsa seguindo a vítima. Ele então foi abordado e preso por descumprimento de medida protetiva. Ele foi conduzido à Delegacia de Polícia de Indaial.

Aplicativo conecta vítimas de violência à PM

Dentre as facilidades do aplicativo PMSC Cidadão, criado em parceria com o Tribunal de Justiça de Santa Catarina e o Ministério Público, está o botão do pânico para mulheres vítimas de violência doméstica.

Há pouco mais de um mês, um homem de 27 anos foi preso em Blumenau após a ex-companheira dele utilizar a ferramenta. Ele chegou a chutar o rosto da filha dela, de 22 anos.

O dispositivo foi inspirado em um criado pelo Tribunal de Justiça do Piauí. Ele é um canal direto entre as vítimas e a Polícia Militar, para garantir um atendimento urgente.

Ocorrências de emergência também podem ser registadas no aplicativo. Além do acesso aos serviços da Rede Catarina de Proteção à Mulher.

Fonte: O Município

Comentários


Acompanhe a Vale Regional!

✅ Grupo WhatsApp: https://abre.ai/grupovale06
✅ Instagram: https://abre.ai/valeregionalnosinsta
✅ Facebook: https://abre.ai/valeregionalnofacebook
✅ Twiter: https://abre.ai/twitervaleregional

Vale Regional - Notícia em Tempo Real!