Professores e profissionais da área de segurança terão que apresentar documento que atuam em escolas e corporações para receber a vacina 

para receber a vacina 

https://audio.audima.co/iframe-later-thin-audima.html?skin=thin&statistic=true&clientAlias=O presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, apresentaram nesta quarta-feira (16.dez) o Plano Nacional de Operacionalização da vacinação contra a covid-19.

Vacinas
O Brasil possui negociações em andamento, que totalizam, conforme cronogramas já disponíveis, em torno de 350 milhões de doses de vacinas
COVID-19, por meio dos acordos:

1) Encomenda tecnológica:
Fiocruz/AstraZeneca ? 100,4 milhões de doses, até julho/2021 e em torno de
110 milhões de doses (produção nacional) entre agosto a dezembro/2021.

2) Covax Facility ? 42,5 milhões de doses (laboratórios ainda estão
negociando com a Covax Facility o cronograma de entrega).

3) Memorandos de Entendimento
Foram firmados memorandos de entendimento, não vinculantes, que expõem a intenção de acordo, podendo sofrer alterações de cronograma e quantitativos a serem disponibilizados, a saber: Pfizer/BioNTech, Janssen Instituto Butantan, Bharat Biotech, Moderna, Gamaleya.

– Instituto Butantan e farmacêuticas Bharat Biotech, Moderna, Gamaleya e Janssen  solicitadas informações de preços, estimativa e cronograma de disponibilização de doses, dados científicos dos estudos de fase I, II e III;

– Pfizer/BioNTech – 70 milhões de doses – 8,5 milhões de doses até junho de 2021, sendo 2 milhões de doses previstas para o primeiro trimestre, 6,5 milhões no segundo trimestre; 32 milhões no terceiro trimestre e 29,5 milhões no quarto trimestre;

– Janssen – 38 milhões de doses – 3 milhões de doses no segundo trimestre de 2021, 8 milhões no terceiro trimestre de 2021, 27 milhões no quarto trimestre de 2021.

Grupos prioritários a serem vacinados 
Trabalhadores de Saúde : Para o planejamento da ação, torna se oportuno a identificação dos serviços e o levantamento do quantitativo dos trabalhadores de saúde envolvidos na resposta pandêmica nos diferentes níveis de complexidade da rede de saúde. O envolvimento de associações profissionais, sociedades científicas, da direção dos serviços de saúde e dos gestores, na mobilização dos trabalhadores, poderão ser importantes suporte para os organizadores, seja para o levantamento, seja para definir a melhor forma de operacionalizar a vacinação. Nessa estratégia será solicitado documento que comprove a vinculação ativa do trabalhador com o serviço de saúde ouapresentação de declaração emitida pelo serviço de saúde.

Pessoas de 80 anos e mais
Pessoas de 75 a 79 anos
Pessoas de 70 a 74 anos
Pessoas de 65 a 69 anos
Pessoas de 60 a 64 anos
Deverão receber a vacina COVID-19 em conformidade com as fases
predefinidas Será solicitado documento que comprove a idade.

População indígena : A vacinação será realizada em conformidade com a organização
dos Distritos Sanitários Especiais Indígena (DSEI) nos diferentes municípios.

Povos e comunidades tradicionais ribeirinhas e quilombolas: A vacinação deverá ser realizada por meio de estratégias específicas a serem planejadas no nível municipal,em algumas regiões haverá apoio da operação gota.

Grupo com comornidades ( (Diabetes mellitus; hipertensão arterial sistêmica grave (de difícil controle e/ou com lesão de órgãoalvo); doença pulmonar obstrutiva crônica; doença renal; doenças cardiovasculares e cerebrovasculares; indivíduos transplantados de órgão sólido; anemia falciforme; obesidade grave (IMC?40): Indivíduos pertencentes a esses grupos serão pré-cadastrados no SIPNI, aqueles que não tiverem sido pré-cadastrados poderão apresentar qualquer comprovante que demonstre pertencer a um destes grupos de risco (exames, receitas,
relatório médico, etc.) Adicionalmente poderão ser utilizados os cadastros já existentes dentro das Unidades de Saúde. Mantém-se a necessidade de prescrição médica especificando o motivo da indicação da vacina, que deverá ser apresentada no ato da vacinação.

Trabalhadores da educação: será solicitado documento que comprove a vinculação ativa do profissional com a escola ou apresentação de declaração emitida pela escola.

Pessoas com deficiência permanente severa

Forças de Segurança e Salvamento: será solicitado documento que comprove a vinculação ativa com o serviço de forças de segurança e salvamento ou apresentação de declaração emitida pelo serviço em que atua

Funcionários do sistema de privação de liberdade e polpulação privada de liberdade:O planejamento e operacionalização da vacinação nos estabelecimentos penais deverão ser articulados com as Secretarias Estaduais e Municipais de Saúde e Secretarias Estaduais de Justiça (Secretarias Estaduais de Segurança Pública ou correlatos), conforme a Política Nacional de Atenção Integral à Saúde das Pessoas Privadas de Liberdade no Sistema Prisional

Comentários


Acompanhe a Vale Regional!

✅ Grupo WhatsApp: https://abre.ai/grupovale06
✅ Instagram: https://abre.ai/valeregionalnosinsta
✅ Facebook: https://abre.ai/valeregionalnofacebook
✅ Twiter: https://abre.ai/twitervaleregional

Vale Regional - Notícia em Tempo Real!